• Entrega em
    domicílio

Confira as ofertas
no tabloide online

Bazar e Eletro em até 6x sem juros
no Cartão de crédito Jacomar

05

mai

Maio Roxo: conheça as doenças do intestino e previna-se

By: Supermercado Jacomar

ligado: maio 05, 2020

In: Novidades

Todo mundo lembra do Outubro Rosa, mas você sabe o que é o Maio Roxo?

Você já ouviu falar do Maio Roxo? Pois é, o mês que acaba de começar é o mês de conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais, problemas sérios que acometem milhares de pessoas!

Ainda sem causa efetivamente comprovada, as doenças inflamatórias intestinais (abreviadas como DII) podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos, e têm seus quadrosagravados por maus hábitos de vida e alimentação.

Exemplos de DII

Como o nome sugere, estes males costumam atacar o final do trato digestivo (os intestinos), mas há casos, como o da doença de Crohn, em que a doença pode se manifestar tanto na boca quanto no ânus.

Diarreias, sangue nas fezes, anemia, dores no abdome, perda de peso e febre são os sintomas mais comuns, ainda que a doença se alterne entre crises leves, agudas e períodos de ausência de sintomas.

Outra doença inflamatória intestinal é a retocolite ulcerativa, que consiste em uma inflamação da mucosa do intestino grosso. O reto, segmento final do trato digestivo, é bastante afetado, e o doente sofre de diarreia crônica com sangue e anemia. Casos mais severos podem dar origem a hemorragias maciças e perfurações intestinais.

Ler tudo isso pode ser um pouco assustador, mas como dizem por aí, “prevenir é melhor do que remediar”. A boa notícia é que hábitos saudáveis de alimentação podem reduzir as chances de uma pessoa contrair alguma destas doenças.

Aí entram em cena alguns alimentos que não podem faltar na sua mesa para uma dieta balanceada, e que consiga suprir as necessidades de vitaminas e minerais que o seu organismo precisa para funcionar corretamente.

Alimentos amigos dos intestinos

No que diz respeito ao bom funcionamento do sistema digestivo e dos intestinos, fibras são fundamentais. Então, tenha o hábito de consumir vegetais, especialmente legumes folhosos como couve e repolho.

Frutas também são ótimas fontes de fibras, especialmente se você puder consumir a casca. A uva, por exemplo, tem mais nutrientes na casca do que na fruta em si. Já a casca dokiwi tem três vezes mais antioxidantes do que a polpa da fruta.

Frutas como maçã, pêssego e pera podem ser facilmente consumidas com casca (desde que muito bem limpas, e preferencialmente de produtos orgânicos). Outras frutas podem ser transformadas em sucos, nesse caso, opte por bater/triturar as frutas inteiras, para melhor aproveitamento da casca. Em outros casos, podemos encontrar na internet receitas de chás, emulsões e até mesmo alimentos que aproveitam as cascas.

Cereais também devem fazer parte da sua dieta, uma vez que também são ótimas fontes de fibras. Quinoa, aveia, arroz, gérmen de trigo, feijão e lentilha ajudam seu sistema digestivo a funcionar, e alguns até previnem a prisão de ventre, outro problema que pode incomodar muita gente.

Iogurtes com probióticosestimulam a multiplicação das bactérias presentes na flora intestinal, e contribuem com o bom funcionamento dos intestinos. Algumas sementes, como a linhaça, também são recomendadas por suas propriedades nutricionais e por contribuírem com a aceleração do trânsito intestinal.

Cuide-se

Além de tudo isso, é importante que você tenha qualidade de vida: as doenças inflamatórias intestinais podem ser consideradas doenças autoimunes, ou seja, são um reflexo do sistema imunológico “desregulado” que está “atacando” o próprio organismo. Isso acontece, entre outros fatores, por conta de estresse e maus hábitos.

Então, além de cuidar da dieta, pratique exercícios físicos regularmente e evite o excesso de álcool, frituras, doces e comidas gordurosas. Nosso organismo foi “pensado” para processar alimentos simples, mas quando colocamos produtos industrializados no meio, ele precisa se esforçar mais no processo de digestão.

Procure dormir de 6 a 8 horas por noite, não só para ter um repouso mais efetivo, mas também para dar ao seu corpo o tempo que ele precisa para se auto-regular. Por fim, lembre-se que tabagismo e o uso indiscriminado de anti-inflamatórios podem exacerbar quadros de DII para quem já tem algum grau de predisposição.

No fim, tudo se resume a cuidar da saúde e da alimentação. A gente sempre lembra de outras partes do corpo, mas ninguém lembra dos intestinos, que, afinal, têm a missão fundamental de absorver nutrientes e eliminaros resíduos que não nos servem de nada. Aproveite o Maio Roxo, conscientize-se e reveja seus hábitos!