• Entrega em
    domicílio

Confira as ofertas
no tabloide online

Bazar e Eletro em até 6x sem juros
no Cartão de crédito Jacomar

06

nov

Novembro Azul: cuidar da saúde também é coisa de homem!

By: Supermercado Jacomar

ligado: novembro 06, 2019

In: Novidades

Deixe a vergonha de lado e cuide da sua saúde!

 

Depois do Outubro Rosa, vem o Novembro Azul: um mês no qual o mundo une forças em prol da saúde masculina e da luta contra o câncer de próstata.

Mais do que um problema de saúde, temos aqui um problema de conscientização: os homens tendem a ser um pouco menos zelosos em relação à saúde. Somado a isso, temos o tabu do exame de toque, um procedimento rápido e importante, mas sobre o qual os homens geralmente nem querem falar sobre.

Pensando em conscientizar nossos clientes e colaboradores, estamos apoiando esta causa, e vamos reunir aqui alguns fatos relevantes sobre o assunto, afinal, informação nunca é demais!

 

Sintomas

Os sintomas mais comumente associados ao câncer de próstata são:

 

  • Dores lombares e/ou na região da bacia
  • Dificuldade para urinar
  • Demora em começar e terminar de urinar
  • Sangue na urina
  • Diminuição do jato de urina
  • Necessidade de urinar muito mais vezes

O problema é que estes sintomas só aparecem em estágios avançados da doença. Inicialmente, o câncer de próstata é silencioso, e é isso que faz dele tão perigoso.

Além disso, deve-se considerar que estes sintomas não são exclusivos do câncer de próstata. Boa parte deles também podem ter relação com doenças menos graves da próstata (como hiperplasia e prostatite), ou mesmo com uma simples infecção urinária.

 

Fatores de Risco

Existem alguns fatores que podem aumentar as chances de um homem desenvolver câncer de próstata. Se você se enquadra em alguns dos quadros abaixo, redobre os cuidados:

Idade: o risco de desenvolver câncer de próstata aumenta com a idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos de idade.

Histórico de câncer na família: homens cujo o pai, o avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos também estão dentro do grupo de risco.

Sobrepeso e obesidade: estudos recentes mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal mais elevado.

 

Prevenção

Não é por acaso que o câncer é chamado de “Doença do Século XXI”: ele está diretamente associado aos (inúmeros) maus hábitos que a humanidade adquiriu nas últimas décadas. Sedentarismo, má alimentação, álcool e cigarro... tudo isso acaba contribuindo com os aumentos de todos os tipos de câncer.

Por conta disso, por mais que pareça um clichê genérico, a prevenção do câncer de próstata tem tudo a ver com um estilo de vida mais saudável. Eis alguns pontos que podem melhorar a qualidade de vida:

  • Ter uma alimentação saudável, com menos gordura e maior índice de frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais.
  • Praticar atividades físicas regularmente e manter-se dentro do peso adequado.
  • Não fumar.
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

 

Diagnóstico e Tratamento

De acordo com o INCA (Insituto Nacional do Câncer), dois exames básicos devem ser feitos para monitorar a próstata, Ambos são recomendados para homens que já passaram dos 45 anos de idade.

Exame de PSA: através de uma amostra de sangue, mede-se a quantidade de uma proteína produzida pela próstata, o Antígeno Prostático Específico (da sigla em inglês PSA).

Exame de toque: através dele, o médico pode avaliar o tamanho, forma e textura da próstata.

 

Caso algum dos exames indique alguma anomalia – nível de PSA muito alto, ou alterações perceptíveis pelo exame de toque – deve-se realizar uma biópsia, para identificar o tipo de câncer (que pode ser benigno ou maligno).

Neste caso, o médico oncologista é quem vai definir a melhor linha de tratamento, de acordo com o estágio da doença e as condições clínicas do paciente. Cirurgia, tratamento hormonal e radioterapia são os métodos mais comuns.

 

Então, se cuide

Diante de tudo isso, sempre é bom lembrar que quanto mais cedo o câncer de próstata for diagnosticado, maiores são as chances de sucesso do tratamento. Por isso prevenção é fundamental. Então, homem, cuide-se, pois não há vergonha nenhuma em ter saúde!